Quadriptérus azul

Nome: Quadriptérus azul
Época: 200 milhões de anos no Futuro
Local onde viverá: Antártida
Peso: Cerca de 80 quilos
Tamanho: 6 metros de envergadura
Alimentação: Carnívora


A cada ano emigra em direção ao planalto, desde as terras da zona superficial de oceanos, em busca de um lugar livre de predadores para alimentar a sua cria. Esta ave enorme passa quase todo o tempo em vÿo, mantendo-se nas alturas utilizando suas asas estreitas e, ao mesmo tempo, tira rápidos cochilos. Quando desce a alturas menores e reduz a velocidade, utiliza o segundo par de asas que permite manobrar e gerar outra elevação. Seu antepassado é o grua, conhecido por viajar distâncias longas e levar seus aprendizes para lugares remotos como a geleira das regiões árticas, e os planaltos de picos altos. Suas asas estreitas e longas garantem um melhor desempenho em céu aberto, enquanto as asas menores, inclinadas sob as pernas, dão-lhe um manobra melhor entre as árvores. Além do mais possui algumas penas curtas ao lado da cabeça que oferecem um controle extra durante o vÿo. As aves que voam muito alto são expostas a altas doses de radiação ultra-violeta, causando severas mutações. Para se proteger destes raios, o grande Quadriptérus azul utiliza sua cor azul especial, além de uma membrana interna que cobre os seus olhos, protegendo assim a sua vista extraordinária. A base da alimentação é constituída pelas aranhas de prata.

4 comentários:

planetadobem disse...

Oi
Recebi mais um selo e quero compartilhar com você pelo Excellent trabalho no blog.
Abraço
Feliz Ano Novo
Cleisson

Anônimo disse...

como descobriram?
e possivel prever esse tipo de coisa?

MiKa disse...

Bom isso é apenas uma previsão pois não ha como prever presisamente como cada espécie irá evoluir, então é tudo pura hipótese.
Obrigado pela participação.

lucas disse...

esse animal parace um poquemool