Choco comum




Reino: Animalia
Filo: Mollusca
Classe: Cephalopoda
Ordem: Sepiida
Família: Sepiidae
Género:
Sepia
Espécie:
S. officinalis
Nome científico:
Sepia officinalis


O choco comum (Sepia officinalis) é um dos maiores e mais conhecidas choco. Ele cresce a 49 cm de comprimento e 4 kg de peso. Os animais de mares subtropicais são menores e raramente ultrapassam os 30 centímetros.

Durante o dia, o choco permanece enterrado em fundos de areia e só se torna ativo ao anoitecer. Apesar do seu aspeto inofensivo, é um predador astuto e eficiente.

Graças à capacidade de mudar de cor, aproxima-se das suas presas (moluscos, crustáceos e peixes) sorrateiro e imperceptível.


Depois, captura-as com dois tentáculos modificados para este efeito e que se projetam rapidamente como a língua de um sapo.
O seu bico forte corta a presa, ao mesmo tempo que lhe é injetada uma toxina paralizante.

Durante a época reprodutiva, os machos cobrem-se de um vistoso padrão zebrado e modificam um dos tentáculos para introduzir o esperma no interior da fêmea. Esta fixa os cachos de ovos pretos a algas.


Chocos pode mudar sua cor de pele e padrão quase que instantaneamente.
Eles usam sua pele para se comunicar piscando-listras e manchas de cor transmitir ameaças ou mensagens de namoro.


O choco comum é nativo, pelo menos, o Mar Mediterrâneo , Mar do Norte e Mar Báltico , embora subespécies têm sido propostas até o sul da África do Sul . Ela mora nos fundos de areia e lama até uma profundidade de cerca de 200 m.
Como na maioria das espécies de choco, a desova ocorre em águas rasas.

3 comentários:

aline sott disse...

Oi!!!!!!!!!!!Tem selinho lá no blog pra vc,com carinho,bjão!!!!!!

http://espetaculosnatureza.blogspot.com/

Alexandre Ebrenz disse...

Tem choco no Brasil? Na costa sudeste?

Alexandre Ebrenz disse...

Tem choco na costa brasileira?